A carregar...

DESENHAR É VIAJAR: DIÁRIOS GRÁFICOS NO MUSEU DO ORIENTE


DESENHAR É VIAJAR: DIÁRIOS GRÁFICOS NO MUSEU DO ORIENTE

13, 20 e 27 Maio | 10.00 às 13.00 [Museu do Oriente e Doca da Rocha do Conde de Óbidos]

3 Junho | 10.00 às 18.00 [Convento da Arrábida]

Com José Louro

Participantes mín.15, máx. 20

4 sessões com transporte para a Arrábida | €140,00
4 sessões sem transporte para a Arrábida | €115,00
[Sessão no Convento da Arrábida inclui refeição]

Assumindo o Diário Gráfico como estratégia para adquirir hábitos de observação e desenho sistemáticos, este curso dá a conhecer técnicas específicas de desenho de observação e sua exploração criativa.
Em duas sessões no Museu do Oriente e duas no exterior, incluindo um dia inteiro no Convento da Arrábida, os participantes vão realizar exercícios práticos em torno da construção de uma narrativa visual, captando a viagem pelo quotidiano.

Público Alvo | Todos os interessados em diários gráficos/viagem, que queiram aprender fundamentos específicos do desenho em caderno, com pouca ou nenhuma experiência;
Todos os que queiram voltar aos seus diários gráficos/viagem, beneficiando de novas ideias e técnicas;
Todos os que queiram ouvir feedback sobre os seus projetos em diário gráfico/viagem;
Professores da área ou afins que queiram desenvolver competências específicas; todos os exercícios são ajustáveis a diferentes públicos;
Estudantes do ensino secundário e superior que queiram reforçar conhecimentos na área do Desenho.

PROGRAMA
Sessão 1/3horas

  • Desenhar é Viajar. Porquê.
  • Bagagem de bordo.
  • Os materiais. Potencialidades.
  • Suporte
  • O meu caderno
  • Destino e propósito 1 (Visita às coleções do Museu)   
  • Previsto e imprevisto(s) - Linha e mancha


Sessão 2/3horas

  • Destino e propósito 2 (Visita às coleções do Museu)
  • Realidade e ficção – 2D e 3D


Sessão 3/3horas

  • Destino e propósito 3 (Visita à Doca de Rocha Conde de Óbidos)
  • Tempo e momento – Cor e Cores


Sessão 4 / Dia inteiro – 8 horas

  • Destino e propósito 4 (Visita ao Convento da Arrábida)
  • Ida e volta – Contar a história


MATERIAL
Um caderno de folhas brancas cozidas (em preferência a coladas) com capa dura. Formato igual ou superior a A5 (21cm x 14,8cm) quando fechado.
Uma caneta preta tipo gel. Uma caneta bic cor preta ou azul. Lápis de cor, canetas de feltro (preto obrigatório). Lápis de cera (pastéis de óleo) (cor branco, preto, siena obrigatório9). Aguarelas em caixa (de pastilha). Pincel (entre o nº 8 e nº 12). Recipiente que vede bem com água. Pincel com reservatório de água incorporado, à venda na “Ponto das Artes”, em Lisboa (ao Chiado no largo da Academia de Belas Artes) ou na “Corbel” também em Lisboa (ao Chiado no Largo do Camões). Lápis Grafite 2B ou superior. Folhas avulso A4 cavalinho e vegetal. X-ato. Tesoura.

José Louro (Lisboa, 1964) é licenciado em design de equipamento pelo IADE e  mestre em desenho pela FBAUL. Professor e formador, participa em diversas iniciativas sob o tema do Diário Gráfico/Viagem e é membro fundador da associação Urban Sketchers Portugal, bem como correspondente do blog internacional Urban Sketchers.

 

Mais Cursos e Conferências

A ÍNDIA VISUAL 25 Jan 17 - 29 Nov 17 + INFO
O DESIGN DA LOJA CHINESA 18 Fev 18 - 25 Fev 18 + INFO
WORKSHOP SUSHI 7 26 Fev 18 - 09 Mar 18 + INFO
FENG SHUI 28 Fev 18 - 21 Mar 18 + INFO
VER TODOS