A carregar...

CONCERTO PIANO SOLO COM ADRIANO JORDÃO

CICLO PIANO FORTE

CONCERTO PIANO SOLO COM ADRIANO JORDÃO

Sábado | 18 Abril | Auditório | 19.00 | €12 [descontos em vigor]

Carlos Seixas | Três Sonatas
  •  Lá menor
  •  Dó Maior
  •  Ré Maior

Joseph Haydn | Sonata nº 48 em Dó Maior
  • Andante com espressione
  • Rondó Allegro

Ludwig van Beethoven | Sonata op.13 “Patética”
  • Grave – Allegro di molto e com brio
  • Adagio cantabile
  • Rondó Allegro


J.S. Bach/F. Liszt | Prelúdio e Fuga em Lá menor

(transcrição de órgão)

O pianista Adriano Jordão (Angola, 1946) estudou com Helena Sá e Costa, foi bolseiro da  Fundação Calouste Gulbenkian em 1967 nos Estados Unidos e  após completar o curso superior no Conservatório Nacional de Lisboa,  com a maior distinção, em 1969, continuou os seus estudos em Paris , sob a orientação de Yvonne Lefébure.
Ganhou numerosos prémios em competições nacionais e internacionais, destacando-se o 1º lugar no Concurso Internacional de Debussy, e apresentou-se em concerto por todo o mundo. Nos Estados Unidos, actuou no prestigiado Lincoln Center com a New Orchestra of Boston sob a direcção de David Epstein e ainda no Carnegie Hall, sob a direcção de  John Neschling.
A somar a estas contam-se outras apresentações com importantes maestros portugueses e estrangeiros, como Alain Lombard, Sandor Végh, Claudio Scimone, Van Remoortel, Richard Treiber, Christian Mandeal, Horia Andreescu, Peter Feranec, Nicholas Kremmer e Nicholas Braithwake. Apaixonado pela voz humana, Adriano Jordão colaborou com grandes estrelas mundiais do canto como Ileana Cotrubas, Peter Schreier, Teresa Berganza, Katia Ricciarelli, Julia Hamari, Lella Cuberli  e Alfredo Kraus.
Foi o fundador e diretor artístico do Festival Internacional de Música de Macau nos seus primeiros cinco anos, bem como diretor artístico de prestigiadas iniciativas, tais como o festival da Casa de Mateus, Festival dos Açores, Festival de Música de Sintra e deste a sua fundação, em 2016, é o director do  Festival Internacional de Música de Mafra.
Agraciado com o título de Oficial da Ordem das Artes e das Letras pelo Governo Francês, e a Medalha de Mérito da Ordem Soberana de Malta, entre outras distinções, foi Adido Cultural de Portugal em Brasília (2004 a 2011) e vogal do Conselho de Administração do Teatro Nacional de São Carlos (2013 a  2016)

Deslocou-se em Outubro de 2016 a Macau, onde esteve a convite do Governo de Macau para participar na XXX edição do Festival Internacional de Música de Macau, festival que fundou em 1986.
Em 2017 apresentou-se em recital e com orquestra na Tailândia, em Marrocos no Brasil e em Istambul a convite das Nações Unidas comemorando o Dia Internacional da Mulher. Ainda em 2017 realizou uma digressão com o Quarteto Arabesco por várias cidades do nosso país,
Em 2018 regressou ao Brasil  e foi convidado a apresentar-se em  vários Festivais em Portugal.

Em  2019  celebrou os seus cinquenta anos de carreira  com concertos em Macau e a deslocação aos Açores, ao Teatro Micaelense, assumiu particular destaque pois realizou-se na  exacta data que assinalou, oficialmente,  o inicio da sua vida profissional; seguiram-se vários concertos e recitais em Portugal continental, concertos com orquestra no Rio de Janeiro e em Brasília, no  Brasil e em ainda em Marrocos

Em Outubro de 2019, na Igreja de São Roque em Lisboa,  culminou ainda  uma importante digressão que se iniciou em 2017 e 2018 com o Coro Gulbenkian, onde tocou como solista na Petite Messe Solennelle de Rossini, tendo sido  dirigido, em todos os concertos,  pelo maestro Michel Corboz.
Mantém, a par da sua carreira como pianista, e sua actividade como Director Artístico do Festival Internacional  de Música de Mafra, que este ano celebrará a sua V edição.

Duração 75', sem intervalo | M/6 anos


Tendo em conta a evolução da pandemia de COVID-19, a Fundação Oriente decidiu cancelar todas as actividades programadas até ao final de Maio.


Se adquiriu bilhete para um espectáculo cancelado poderá solicitar, qualquer momento, o respectivo reembolso, através do e-mail info@foriente.pt, ou através dos postos de venda onde efectuou a sua compra. Em caso de reagendamento do espectáculo poderá trocar os bilhetes adquiridos para a nova data anunciada.